Senado aprova indicação de novo diretor da ANS

Da Redação | 05/09/2018, 11h23 - ATUALIZADO EM 12/09/2018, 10h42

Por 43 votos a favor, 2 contrários e com 2 abstenções, o Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (5) o nome de Paulo Roberto Vanderlei Rebello Filho para exercer o cargo de diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Antes, porém, ele foi sabatinado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde também teve a indicação aprovada. Foram 16 votos favoráveis e nenhum contrário. Rebello Filho assumirá a vaga decorrente do término do mandato de Karla Santa Cruz Coelho.

O indicado tem 39 anos e é bacharel em direito, graduado pelo Centro Universitário de Ensino de João Pessoa. Ele trabalhou como advogado, assessor jurídico da Fundação de Ação Comunitária e procurador-geral do município de Esperança (PB). Em 2012, passou a atuar exclusivamente no Poder Executivo Federal, tendo trabalhado no Ministério da Cidades.

O relator da mensagem com a indicação, senador Roberto Muniz (PP-BA), foi favorável. Durante a sabatina, senadores como Waldemir Moka (MDB-MS) e Rose de Freitas (Pode-ES) fizeram questionamentos sobre os altos preços dos planos de saúde e sobre soluções para o equilíbrio do mercado.

Rebello Filho declarou que tem credenciais para dirigir a ANS e se comprometeu a dar transparência a assuntos polêmicos, como os valores e o processo de reajuste dos planos de saúde. Disse que vai estimular as operadoras a facilitar exames preventivos a fim de desafogar a demanda e diminuir os valores pagos pelo sistema público de saúde, além de implantar o prontuário eletrônico em todo o país.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)