Rudson Leite pede mais investimentos na segurança pública de Roraima

Da Redação | 12/07/2018, 14h31 - ATUALIZADO EM 12/07/2018, 20h38

Em pronunciamento em Plenário nesta quinta-feira (12), o senador Rudson Leite (PV-RR) afirmou que a violência em Roraima já existia, mas se agravou com a chegada dos venezuelanos. Ele observou que, por entrarem no estado desassistidos, esses imigrantes recorrem à criminalidade, sem que a polícia tenha condições de investigar.

Rudson solicitou do governo federal a aplicação dos R$ 190 milhões destinados ao acolhimento humanitário dos venezuelanos previstos na Medida Provisória 823/2018, cujo prazo de validade se encerrou em 9 de julho.

O senador afirmou que segurança pública se resolve com pessoal, equipamentos e tecnologia, e também apontou a importância da cumplicidade entre os agentes e a população para a redução dos índices criminais. Rudson considerou que é preciso envolver as guardas municipais e os agentes de trânsito no trabalho já realizado pelas polícias militar, civil e federal.

- É preciso uma boa gestão em cima da segurança pública para que ela funcione e não só da segurança pública, mas da saúde, da educação, enfim, em tudo o que envolve a questão pública, os serviços públicos – ponderou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
21h13 Decretos sobre armas: Foi retirado de pauta o PDL 55/2021, projeto que suspende decretos do governo federal que flexibilizam a aquisição, o registro, a posse e o porte de armas. Os senadores concordaram em aguardar decisão do STF sobre o tema.
20h59 Regularização de assentamentos: O Senado aprovou projeto que permite a regularização fundiária de assentamentos em terras da União, em áreas rurais e urbanas (PL 4.348/2019). Texto volta à Câmara dos Deputados.
19h00 Correção patrimonial: Os senadores aprovaram a criação do Regime Especial de Atualização Patrimonial (Reap), que permite a correção de valores e de dados de bens móveis e imóveis no Imposto de Renda (PL 458/2021). Vai à votação na Câmara.
Ver todas ›