Lideranças rurais debatem em Dourados o Código Comercial

Da Redação | 14/06/2018, 19h49 - ATUALIZADO EM 14/06/2018, 20h11

O Senado Federal realiza audiência pública para debater o projeto do novo Código Comercial (PLS 487/2013), na Câmara Municipal de Dourados (MS), nesta sexta-feira (15), a partir de 20h, hora de Brasília — 19h, em Mato Grosso do Sul.

A audiência, uma reivindicação dos vereadores, foi proposta pelo senador Pedro Chaves (PRB-MS), relator da matéria. O foco do debate, além da atualização do atual código que é de 1850, será a definição de regras para o agronegócio e a sua inclusão como atividade comercial.

Pedro Chaves explicou que o ciclo de audiências públicas realizado em todo o país tinha sido encerrado, mas, setores ligados ao agronegócio solicitaram a audiência em Dourados.

— Mostra a organização da classe e a necessidade de garantia jurídica para um dos setores mais importantes para a economia — comentou o senador.

O parlamentar acrescentou que o Código Comercial não abrange o agronegócio e suas relações comerciais e trabalhistas são regidas pelo Código Civil. Com isso, produtores questionam a insegurança jurídica tanto na venda de bens e serviços como na contratação de prestadores de serviço.

— Dourados é um polo do agronegócio não apenas para Mato Grosso do Sul, mas para todo o país, e, por isso, é importante ouvir os produtores para a elaboração de um código atualizado e que dará segurança para o setor —, ressaltou o senador.

Para o debate foram convidados: Fábio Ulhoa Coelho, professor de Direito Comercial da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); Márcio Eduardo de Barros, vIce-reitor da Universidade Federal da Grande Dourados; Alexandre Mantovani, conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Mato Grosso do Sul; Lucio Damalia, presidente do Sindicato Rural de Dourados; e Ana Paula Iung de Lima, assessora parlamentar epecialista em Direito Empresarial.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)