Capiberibe defende controle social sobre atuação parlamentar e gastos do Estado

Da Redação | 30/05/2018, 14h02 - ATUALIZADO EM 30/05/2018, 15h27

Para amenizar a desesperança provocada na sociedade pelo reiterado comportamento desonesto verificado especialmente entre os políticos, segundo o senador João Capiberibe  (PSB-AP), existe uma ferramenta de longo prazo, mas eficaz: o controle social, com monitoramento permanente dos cidadãos na atuação do Estado.

Em discurso no Plenário nesta quarta-feira (30), o parlamentar conclamou a sociedade a acompanhar de perto não só o passo a passo da execução dos orçamentos e dos gastos públicos, mas também o comportamento de seus representantes, algo fácil e factível com a existência das tecnologias digitais, como reforçou.

Como forma de viabilizar esse controle, ele cobrou da Câmara dos Deputados a aprovação do projeto (PLS 325/2017) de sua autoria que estabelece a gestão compartilhada. Caso seja aprovada, a proposta permitirá aos cidadãos acompanharem a execução do orçamento, pois todos os órgãos públicos serão obrigados a colocar na internet suas receitas e suas despesas.

Como exemplo da possibilidade de acompanhamento da atividade política, Capiberibe também mencionou aplicativo criado por ele que permite à sociedade fazer sugestões e denúncias e se informar sobre atividades e opiniões do senador como exemplo desse acompanhamento.

- O abismo entre a sociedade e seus representantes precisa ser encurtado através do uso da tecnologia, das redes sociais, para acompanhar nossas atividades e todas as nossas ações – disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)