Produção brasileira de chocolate será tema de audiência pública

Da Redação | 20/03/2018, 07h54 - ATUALIZADO EM 21/03/2018, 16h47

A produção de chocolate no Brasil será debatida nesta quarta-feira (21) em audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). O tema será abordado em dois momentos: em um painel pela manhã, às 9h, e um à tarde, às 14h. Os debates contarão com a participação de pesquisadores e produtores de cacau e de chocolate, além de representantes de associações do setor.

No Brasil, para que um produto seja comercializado como chocolate deve conter 25% de cacau em sua composição, segundo determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Um projeto de lei (PLS 93/2015) que tramita no Senado estabelece o aumento do percentual mínimo de cacau no chocolate de 25% para 35%. Em outros países, o valor varia de 32% a 35%. A proposta é da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), que pediu a realização da audiência. De acordo com a parlamentar, o objetivo do texto é estimular a cadeia produtiva brasileira.

— Com esse percentual de 35% de amêndoa de cacau, nós entramos no padrão do mercado internacional e podemos exportar nosso chocolate com uma competitividade maior — afirmou a senadora.

Convidados

Para participar do primeiro painel, foram convidados o presidente da Câmara Setorial do Cacau, Guilherme Moura, o pesquisador da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) Antônio Cesar Costa Zugaib,  o diretor-geral do Instituto Biofábrica de Cacau, Lanns Almeida, o secretário-executivo da Associação Cacau Sul Bahia, Cristiano Santana, e o secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, Jeronimo Rodrigues.

A segunda parte do encontro deverá contar com a presença do presidente da Costa do Cacau Convention Bureau, Marco Lessa, do presidente da Associação do Chocolate do Sul da Bahia, Gerson Marques, do diretor-executivo do Centro de Inovação do Cacau, Cristiano Villela, e do presidente da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), Ubiracy Fonsêca.

Os debates serão realizados na sala 13 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado. As audiências terão caráter interativo, com a possibilidade de participação popular.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)