Romário cita projetos de sua autoria que visam combater a corrupção

Da Redação e Da Rádio Senado | 07/02/2018, 15h51 - ATUALIZADO EM 07/02/2018, 15h59

O senador Romário (Pode-RJ) informou que apresentou no ano passado uma série de projetos para moralizar o sistema político brasileiro. Ele lembrou que ao longo de 2017 os brasileiros, que trabalham duro, viram o dinheiro proveniente do pagamento de impostos indo para "o ralo da corrupção".

Uma das propostas de autoria de Romário (PEC 36/2017) prevê que o parlamentar condenado, em definitivo, por crimes comuns previstos na Lei da Ficha Limpa, perca automaticamente o mandato.

Outro projeto apresentado pelo senador (PLS 170/2017) torna inelegíveis os devedores da Fazenda Pública, quando os débitos já estão constituídos na via administrativa e lançados na dívida ativa.

— Todos sabemos o que é um hospital público sem remédio. Uma escola pública sem merenda. Uma delegacia com as viaturas quebradas. Quem dá calote nos impostos, muitas vezes por safadeza mesmo, não pode se candidatar e ser representante do nosso povo — reiterou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)