Paulo Rocha lamenta aumento da violência no Brasil

Da Redação e Da Rádio Senado | 30/10/2017, 16h00

Os últimos dados sobre a violência no Brasil, divulgados nesta segunda-feira (30), mostram um país em estado de guerra, disse o senador Paulo Rocha (PT-PA). Ele chamou atenção para o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, segundo o qual o Brasil registrou 61.619 mortes violentas em 2016.

Os números mostram sete assassinatos por hora, com um aumento de 3.8% em relação a 2015. As principais vítimas são homens e jovens.

Paulo Rocha também lamentou os cortes nos orçamentos da segurança pública. Os governos gastaram 2,6% a menos no ano passado. A maior redução, como informou o parlamentar, aconteceu nos gastos do governo federal. Foram 10,3% a menos.

Entre as sugestões do Fórum Brasileiro de Segurança Pública para reverter esse quadro de violência, de acordo com Paulo Rocha, são políticas de desarmamento.

— Controle de armas e munições. É preciso tirá-las de circulação, como São Paulo fez no início dos anos 2000. Com blitzes constantes. Isso tem que voltar a ser feito — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)