Acordo entre Brasil e Angola na área do ensino superior é aprovado pela CRE

Sergio Vieira | 26/10/2017, 11h43 - ATUALIZADO EM 26/10/2017, 14h29

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou nesta quinta-feira (26) o texto do acordo firmado entre os governos de Brasil e Angola na área do ensino superior e da formação de quadros (PDS 173/2017). O projeto segue para o Plenário do Senado.

O relatório sobre a matéria, do senador Jorge Viana (PT-AC), foi lido por Cristovam Buarque (PPS-DF). Na análise, ele incluiu a manifestação do Itamaraty de que a efetivação do acordo está dentro da estratégia brasileira de aproximação com os países em desenvolvimento, especialmente com os africanos. Destaca-se também o estímulo ao desenvolvimento do ensino superior, que se dará mediante o intercâmbio de pesquisadores, professores e estudantes, por parcerias entre os Ministérios da Educação de ambos os países e pelo oferecimento de bolsas de estudos.

O texto prevê que a cooperação será feita por troca de documentação e material científico; na mobilidade de investigadores e docentes; na promoção da formação avançada e da concertação de posições nas organizações e fóruns internacionais, dentre outras estratégias.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)