Ana Amélia defende continuidade da Operação Lava Jato

Da Redação e Da Rádio Senado | 13/09/2017, 16h32

A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse esperar que a corrupção seja varrida do país após a Operação Lava Jato. E afirmou ainda que as ações da polícia e da Justiça não podem ser contaminadas por privilégios ou impunidade.

Ana Amélia citou artigo de Delfim Netto publicado nesta quarta-feira (13). No texto, o economista garante que a Lava Jato talvez seja hoje o único consenso da sociedade. Também de acordo com Delfim, o Brasil nunca mais será o mesmo após a operação.

Dois exemplos foram citados pela senadora para mostrar a importância das investigações: o segundo depoimento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva na condição de réu diante do juiz Sérgio Moro e a análise no Supremo Tribunal Federal da ação que impede o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de oferecer nova denúncia contra o presidente Michel Temer.

— Ninguém está acima da lei. Nem o ex-presidente da República, nem o atual presidente. Nem o procurador-geral da República, nem o ministro do Supremo Tribunal Federal. Essa é a parte mais sensível, mais relevante do processo que estamos vivendo no nosso país nos dias de hoje — frisou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h51 Crédito para o Executivo: O Congresso aprovou o PLN 4/2018, que abre crédito suplementar em favor de diversos órgãos do Poder Executivo.
18h28 Crédito suplementar: O Congresso aprovou o PLN 3/2018, que abre crédito suplementar em favor de transferências aos estados, ao DF e aos municípios.
17h46 Programa de microcrédito: O Congresso manteve o veto parcial ao PLV 1/2018, que altera o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado.
Ver todas ›