Senadoras destacam evento suprapartidário em apoio a eleições diretas

Da Redação | 07/06/2017, 17h39 - ATUALIZADO EM 08/06/2017, 13h50

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) anunciou nesta quarta-feira (7), em Plenário, o lançamento da Frente Suprapartidária Diretas Já.

— São vários partidos políticos, praticamente uma dezena, além disso, muitos parlamentares que pertencem às fileiras partidárias que não apoiam o movimento, mas que eles individualmente apoiam. Um ato muito bonito e extremamente democrático — disse, referindo-se ao ato de lançamento da frente, que aconteceu mais cedo no Salão Nobre da Câmara do Deputados.

Vanessa também relatou que na terça-feira (6) foi divulgada uma pesquisa de opinião que demonstrou que população brasileira prefere que aconteça eleições diretas para a substituição do presidente da República, Michel Temer.

— É importante que o parlamento brasileiro esteja em consonância com os reclames populares. É muito forte a crise pela qual passamos. Os parlamentares formam esse comitê suprapartidário em apoio às diretas já — completou.

Simbolismo

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) também registrou a importância do lançamento da Frente Suprapartidária Diretas Já. A senadora lembrou que faz, exatamente, 34 anos do movimento daquela época pró-diretas e da Emenda Dante de Oliveira.

- Eu quero aqui dizer que o ato foi muito bonito. Tem um simbolismo extraordinário, pela representatividade que mostrou o ato de hoje, com a presença não só dos partidos que fazem oposição ao governo que aí está, mas de vários parlamentares que integram inclusive partidos que fazem parte da base de sustentação do governo – afirmou.

Para a senadora, o lançamento da frente fortalece a luta por eleições diretas, em sintonia com os movimentos sociais e movimentos populares, e deve ter reflexo dentro do Congresso.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)