Requião diz que reforma trabalhista é 'obra do Satanás'

Da Redação | 11/05/2017, 14h31 - ATUALIZADO EM 11/05/2017, 14h43

A reforma trabalhista não deve ser apenas rejeitada, ela tem que ser “exorcizada” pelo Congresso Nacional. Foi o que disse o senador Roberto Requião (PMDB-PR) durante a sessão temática que discutiu o tema, nesta quinta-feira (11).

O senador se declarou convencido das crueldades da proposta do governo Temer e ironizou que, ao texto, só falta sugerir que o trabalhador almoce e jante durante as férias, para não interromper a jornada de trabalho.

Ao recomendar a rejeição do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, Requião questionou se os participantes da sessão no Plenário entendem mesmo do assunto ou se são assessores da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a Fiesp.

— Já falei sobre essa barbaridade e eu recomendo ao Plenário o exorcismo, não apenas a rejeição. Foi urdida por Satanás essa proposta.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)