Gladson Cameli critica tentativa de desqualificar parlamentares

Da Redação e Da Rádio Senado | 28/04/2016, 16h46 - ATUALIZADO EM 28/04/2016, 17h39

O senador Gladson Cameli (PP-AC) classificou como inaceitável que o Senado e a Câmara dos Deputados sejam desqualificados em razão do processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff.

Cameli comentou nesta quinta-feira (28), em Plenário, críticas endereçadas a integrantes da Comissão Especial de Impeachment. O senador sublinhou que crime de responsabilidade se refere ao dever dos governantes de cumprir sua responsabilidade respeitando as normas constitucionais.

— Refuto veementemente qualquer discurso que venha desqualificar cada um dos integrantes da comissão de impeachment. Exijo respeito por esta instância. Não vai ser desqualificando A ou B que uma ou outra corrente vai ganhar. Qualquer que seja o resultado final do processo de impeachment da presidente da República eu não quero que depois venham desqualificar nossa Casa, o Senado Federal.

O senador também lembrou que a lei vale para todos.

— Quem preside o país tem obrigação de respeitar as leis orçamentárias, mas, de acordo com a denúncia contra a presidente Dilma Roussef, ela não teria agido assim, comentou Gladson Cameli.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)