Valdir Raupp saúda os 50 anos do PMDB

Da Redação e Da Rádio Senado | 29/03/2016, 18h25 - ATUALIZADO EM 29/03/2016, 19h30

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) saudou os 50 anos do Partido do Movimento Democrático Brasileiro, relembrando momentos importantes da história do partido e do país. Ele contou que, com o AI-2, os militares impuseram o bipartidarismo e que o então MDB passou a aglutinar os oposicionistas .

Ele destacou que  o MDB conseguiu a aprovação da anistia, em 1979, conduziu a campanha pelas Diretas Já e conseguiu a vitória de Tancredo Neves para presidente da República na eleição indireta de 1985, colocando fim aos 28 anos de ditadura militar.

Assim, o PMDB  inaugurou a Nova República, liderou a assembleia constituinte e entregou ao povo a Constituição cidadã em 1988, afirmou Valdir Raupp.

— Hoje, continua sendo o maior partido do país, o fiador da democracia. Neste momento, novamente tão perturbado, que atravessa nosso país, o PMDB não se furtará a apresentar uma solução, posicionando-se ao lado do povo brasileiro, como já fez ao longo de toda a sua história.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)