Kátia Abreu deixará ministério temporariamente para tomar posse em novo mandato no Senado

Guilherme Oliveira | 29/01/2015, 14h14 - ATUALIZADO EM 29/01/2015, 19h56

Licenciada desde o início do ano para chefiar o Ministério da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB-TO) voltará ao cargo de senadora neste domingo (1º). Como foi reeleita, em outubro passado, para o período 2015-2023, ela terá de tomar posse no novo mandato.

Depois de oficializada a posse no Senado, Kátia Abreu voltará a se licenciar do cargo e será renomeada como titular da Agricultura. A assessoria da ministra não informou, porém, se isso ocorrerá imediatamente.

Com o novo mandato, mudará o suplente que ocupará a vaga no Senado durante sua licença. O atual substituto é Marco Antonio (PSL-TO). No entanto, o primeiro-suplente eleito com Kátia em 2014 é Donizeti Nogueira, presidente do PT no Tocantins.

Segundo a Secretaria-Geral da Mesa, a posse de Donizeti deverá acontecer em sessão do Plenário, a partir do dia 3 de fevereiro.

Outros ministros

A situação de Kátia Abreu é diferente daquela vivida pelos outros dois senadores que integram o ministério de Dilma Rousseff. Armando Monteiro (PTB-PE), da Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior, e Eduardo Braga (PMDB-AM), de Minas e Energia, tomaram posse no Senado em 2011 e ainda têm quatro anos de mandato pela frente.

Os suplentes dos ministros também não precisam tomar posse agora. Douglas Cintra (PTB-PE), substituto de Armando, já exerceu o cargo em 2014. Já Sandra Braga (PMDB-AM), suplente de Eduardo Braga, foi empossada em janeiro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Poder Executivo