Pacheco: acordo pode definir se fim do piso em educação e saúde permanece na PEC Emergencial

Bruno Lourenço | 23/02/2021, 20h24

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reconheceu que o relatório de Marcio Bittar (MDB-AC) para a PEC Emergencial gera controvérsia ao prever o fim do piso de gastos para educação e saúde. Pacheco afirmou que espera um acordo entre os líderes partidários no Senado, para definir "se ela [o fim do piso] deve ser mantida ou não no texto". A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
19h23 PEC Emergencial: Por acordo, os senadores adiaram o início da discussão da PEC 186/2019 e transferiram a leitura do relatório do senador Marcio Bittar para a próxima terça-feira (2 de março).
18h11 Administração pública: Os senadores aprovaram o PL 317/2021, com regras para a melhoria da eficiência da administração pública, incluindo medidas de desburocratização e digitalização. A proposta segue para sanção presidencial.
Ver todas ›