Senado aprova fornecimento de remédio contra câncer fora da lista da ANS

03/06/2020, 19h31

O Plenário do Senado aprovou projeto (PL 6.330/2019) que dispõe sobre a garantia de tratamento domiciliar para pacientes com câncer mesmo que o medicamento não esteja no rol da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Para o autor, senador Reguffe (Podemos-DF), não faz sentido os planos de saúde não bancarem uma medicação autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária por não estar na lista da ANS, que leva dois anos para sua atualização. O relator, senador Romário (Podemos-RJ), definiu o prazo de 48 horas para a liberação do tratamento oral oncológico. O projeto segue para a Câmara dos Deputados. As informações são da repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.

 



Opções: Download


Senado Agora
19h39 ANA: O nome de Vitor Eduardo de Almeida Saback foi aprovado por 39 votos a 5 pelo Senado para o cargo de diretor da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). A mensagem (MSF 67/2020) segue para promulgação.
19h32 Anvisa: O Plenário aprovou a indicação de Cristiane Rose Jourdan Gomes para o cargo de diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A mensagem (MSF 65/2020), aprovada por 33 votos a 8, vai à promulgação.
19h30 Anvisa: O Senado aprovou a indicação de Meiruze Sousa Freitas para o cargo de diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A mensagem (MSF 60/2020), aprovada por 37 votos a 4, segue para promulgação.
Ver todas ›