Situação fiscal melhora com redução de juros, aponta debate sobre Previdência

13/05/2019, 16h09

Selo_ReformaPrevidencia2.jpgA audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) sobre Previdência e trabalho debateu a dívida pública brasileira. São mais de R$ 5,5 trilhões, somando o que deve a União, estados e municípios. Isso levou a uma situação de insolvência de várias unidades da Federação. Porém, os debatedores discutiram que o foco para resolver o problema fiscal não deve ser a Previdência, mas o pagamento de altas taxas de juros sobre a dívida, que representa mais de 40% dos gastos públicos. Para representantes de movimentos sindicais, a reforma da Previdência (PEC 6/2019), além de não resolver o problema fiscal do governo, irá criar injustiças para a sociedade. Para o senador Eduardo Girão (Pode-CE) os direitos dos trabalhadores devem ser garantidos, mas a reforma Previdenciária é necessária. A reportagem é de Floriano Filho, da Rádio Senado. Ouça o áudio com mais informações.



Opções: Download