CDH debate tráfico de crianças e adolescentes no Brasil

06/04/2018, 17h35 - ATUALIZADO EM 06/04/2018, 17h40

Segundo dados apresentados pelo Conselho Federal de Medicina, o CFM, o desaparecimento de crianças e adolescentes no mundo cresce 10% a cada ano. Pelo menos parte dos desaparecidos acaba caindo em redes internacionais de tráfico humano e prostituição. A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) discutiu o assunto nesta sexta-feira (06) em audiência pública.  O Brasil, que é fonte e rota do tráfico, registra cerca de 50 mil casos de desaparecimento de crianças e adolescentes por ano. O senador Paulo Paim (PT-RS) defende que o orçamento público tenha mais investimentos voltados para crianças e adolescentes. A reportagem é de Floriano Filho, da Rádio Senado. Ouça o áudio com mais detalhes.



Opções: Download