Planos de saúde podem ficar proibidos de exigir autorização prévia para atendimentos

22/11/2016, 12h56 - ATUALIZADO EM 23/11/2016, 09h48

Os planos de saúde podem ficar proibidos de exigir autorização prévia para o atendimento médico e hospitalar cobertos pelo contrato, como internações, consultas e exames. Um projeto (PLS 480/2015) com esse objetivo deve ser votado nesta quarta-feira (23) pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS). Segundo o relator da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS), muitas vezes o usuário paga o plano durante anos e não recebe o atendimento adequado no momento que precisa. Para Paim, a proposta busca assegurar o direito à saúde. Reportagem de George Cardim, da Rádio Senado.



Opções: Download