Distribuição gratuita de repelente contra Aedes para grávidas está em análise na CAS

11/03/2016, 13h52 - ATUALIZADO EM 11/03/2016, 16h03

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) analisa projeto (PLS 72/2016) da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) que obriga o poder público a fornecer o repelente contra o mosquito Aedes aegypti às grávidas. O aumento da procura levou à falta do produto nas farmácias. Há uma demanda maior pelos repelentes como forma de prevenção ao vírus Zika, associado aos casos de microcefalia em recém-nascidos.



Opções: Download