Congresso tem menos de 15 dias para votar LDO e Orçamento de 2015

08/12/2014, 19h25

O Congresso Nacional tem menos de duas semanas para votar o relatório final da LDO de 2015, apresentado na última sexta-feira pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). O texto (PLN 3/2014) estabelece como meta do superávit primário o equivalente a 1,2% do PIB, cerca de R$ 66 bilhões. Deste total, 1% deverá ser cumprido pela União, o que corresponde a R$ 55 bilhões. Os R$ 11 bilhões restantes terão que ser economizados pelos estados e municípios, mas caso a meta não seja atingida, o governo federal terá que completar a diferença. Apesar do prazo apertado para votação ainda em 2014, o senador Paulo Paim (PT-RS) acredita que o atraso não será prejudicial. Já o Orçamento 2015 (PLN 13/2014) poderá ser analisado só após o recesso parlamentar. Mais detalhes na reportagem de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download