“200 anos de Independência: lições da história para a construção do amanhã”


Esthefane Feitosa de Barros

Esthefane Feitosa de Barros
  • Colocação no estado: 1ª colocada estadual
  • Ano de participação: 2022
  • Escola: Escola Estadual Professor Ruy Alencar
  • Cidade: Manaus - AM
  • Professor(a): Elianai Silva de Castro

1 - Já escolheu o curso que vai fazer na Universidade? 

Irei cursar Jornalismo. Há pessoas em minha família que trabalham nesse meio e são uma fonte de inspiração para mim. Porém, meu objetivo não é ser uma repórter ou aparecer na TV, meu lugar não é na frente das câmeras, e sim, por trás. Quero que meu nome apareça nos créditos no final do jornal, quero escrever um artigo de 500, 800 ou 900 palavras, quero sentar à mesa de reunião e dar a minha sugestão para a pauta do dia.

2 - Você participa de alguma ação social em sua comunidade? Conte para a gente!

Infelizmente não. Não no momento. Mas já participei de vários projetos sociais e sempre que estou disposta costumo ajudar no que posso.

3 - Jovens devem participar de atividades políticas? Se sim, como seria essa participação?

Sim!! Esse ano é ano de eleição e nele teremos 2 milhões de eleitores jovens, um recorde... Mas infelizmente ainda somos tratados como crianças que não entendem sobre política. Nós somos jovens, temos que ter uma voz ativa, temos que nos posicionar e mostrar que não somos irresponsáveis e que podemos decidir sobre o que queremos para o futuro da nossa nação. Porque nós somos o futuro da nação. Seja por meio de manifestos, citações, eventos ou até mesmo pelo simples ato de votar.

4 - Existe alguém, anônimo ou famoso, que lhe inspira? Por quê?

Existe três em específico:

• O Cacique Raoni - ele é uma das principais lideranças indígenas pela defesa da Amazônia e pelos direitos dos povos nativos, me identifico com a causa dele e apoio sua luta pela preservação da Amazônia. Eu, Esthefane Feitosa de Barros, nasci e cresci em Manaus e pude ver com os meus próprios olhos a imensidão que é a floresta que abraça a minha cidade, e eu me apaixonei por ela;

• A vereadora Marielle Franco – Há quatro anos acordei em um fatídico dia com os noticiários anunciando a sua morte. Eu não sabia quem ela era e nem pelo que ela lutava, porém, após ver tantas notícias, reportagens e documentários sobre ela, acabei me identificando e apoiando a sua causa. Marielle é uma flor que virou semente, e essa semente germinou muitos frutos... E eu sou um desses frutos;

• A Autora Norte América Sarah .J. Maas: eu amo ler e escrever. Ler é a minha terapia, eu sou apaixonada por livros e quem me apresentou esse mundo mágico foi a Sarah. Após ler um de seus livros percebi que também era capaz de fazer o quê ela faz, que assim como ela eu também podia criar mundos e mais mundos, personagens, estórias e amores. 

5 - Você tem algum hobby?

Eu amo escrever, criar estórias diversas em diferentes mundos é o meu hobby. Desde muito pequena as pessoas costumavam dizer que eu era muito criativa, e elas tinham razão.  Já escrevi alguns contos e livros, porém ainda não publiquei nada profissionalmente, mas isso não significa que não publicarei. Estou trabalhando no meu mais novo projeto, que será o responsável pela minha entrada no mercado literário. Pretendo publicar em formato de e-book e Kindle como autora independente... E quem sabe, futuramente, publicar o livro físico.

6 - Tem livro favorito?

Sendo sincera... É impossível escolher apenas um livro, como por exemplo: “Os setes falcões” de Márcio Borges é o meu livro nacional favorito.

“Cidade da Lua Crescente” da Sarah .J. Maas e “A Última carta de amor” da Jojo Moyes são meus livros estrangeiros favoritos.

7 - Qual o papel que a família exerce na sua vida e na sua formação?

Minha mãe sempre me apoia e me incentiva em tudo que faço. Se hoje eu sou quem sou, devo isso a ela. 

8 - O que te motivou a participar do Jovem Senador? Alguém fez parte desse momento?

Foi a oportunidade de conhecer o Senado e de poder representar a minha escola e o meu estado na Semana de Vivência Legislativa. O meu professor orientador, Elianai Castro, me incentivou muito a participar do programa Jovem Senador e é um dos principais responsáveis de hoje eu ser a Jovem Senador do Estado do Amazonas.

09 - Cite uma frase que você gosta.

“Eu vivi mil vidas e mil amores. Andei por mundos distantes e vi o fim dos tempos. Porque eu li.” – George R. R. Martin.

10 - Como se sente sendo jovem senador ou jovem senadora?

E uma sensação muito gratificante e satisfatória, está sendo uma das minhas melhores experiências. 

Escola Estadual Professor Ruy Alencar
Diretor:
Nilson de Almeida da Alecrim Lopes Júnior
Professor orientador:
Elianai Silva de Castro