Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Jacqueline Kelly Canuto Silva

Jacqueline Kelly Canuto Silva
  • Colocação no estado: 1ª colocada estadual
  • Ano de participação: 2011
  • Escola: Escola Estadual João Amos Comenius
  • Cidade: São Paulo - SP

  • Proposição apresentada:SF SUG 21/2011 de 12/12/2011
    Ementa: Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a obrigatoriedade de realização de ciclos de debates sobre a realidade social e política, no ensino médio. (Parágrafo único do art. 20 da Resolução nº 42, de 2010).

Parece que a ficha de representar o mais populoso município do país num concurso nacional ainda não caiu para Jacqueline Kelly Canuto Silva, de São Paulo/SP. No último ano do ensino médio, não pretende prestar vestibular para a Universidade de São Paulo. “É muitíssima concorrida. Não tenho esperança de passar. Sei que parece irônico, mas no Jovem Senador estava concorrendo apenas com escolas da rede estadual, que possuem a mesma grade de ensino”.

O medo é inexplicável. Afinal, o maior temor dos vestibulandos é a redação, exigência que Jacqueline cumpre de letra. “Tenho facilidade com a escrita, pois leio muito desde pequena e me acostumei a escrever”. Consumidora voraz de livros, atualmente lê o segundo capítulo da série Pretty Little Liars, “Impecáveis”. “É a única série que considero ser melhor do que Harry Potter”.

Por falar em livros, a jovem senadora acredita que aprendizado obtido no Senado Federal é único, inexistente em qualquer publicação, por melhor que seja. “Não conhecia a capital do meu país. Foi difícil pensar numa proposta de lei e mais difícil ainda votar contra ou a favor dos outros projetos. É estranho sentir tanto poder nas mãos. Um poder que está concentrado nas mãos de poucos representantes, que eu nunca pensei em experimentar”.

A notícia de que sua redação foi eleita a melhor do estado pegou Jacqueline de surpresa. “Estava carregando meu bilhete único [vale-transporte] e meu celular tocou. Era uma mulher noticiando que representaria São Paulo no concurso. No começo não entendi direito, mas assim que caiu a ficha comecei a pular no meio da loja. Todo mundo ficou me olhando”, sorri.

Agora é torcer para que reconheça tamanha conquista, fruto de seus esforços. “Pretendo procurar emprego no segundo semestre. Algo simples, para não deixar pra última hora. Prestarei o Enem e tentarei conseguir uma bolsa de estudos em Economia. Caso não consiga, financiarei a faculdade pelo Fies”, cita os planos. Mas a torcida é para que enxergue sua capacidade e ingresse numa das melhores faculdades do País.

Depoimento enviado por e-mail em 25/06/2012.

Escola Estadual João Amos Comenius
Endereço: Telefone:
(11) 55632355
Diretor:
João Domingos Cavallaro Junior
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211