Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Release

Sindilegis homenageia quatro servidores do Senado no projeto Gente que Inspira. Jovem Senador fez parte da homenagem

Quatro servidores do Senado foram homenageados, nessa segunda-feira (28), pelo Sindilegis (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União) durante o lançamento do projeto Gente que Inspira: João Lima, criador do programa LexML; Gilberto Guerzoni, consultor legislativo especialista em direito eleitoral; a ex-secretária-geral da Mesa Cláudia Lyra (aposentada) e a relações públicas Lucyana Vega, pelo papel na criação do programa Jovem Senador.

Para a diretora-geral, Ilana Trombka, foi “uma belíssima homenagem a todos os servidores do Legislativo”. E especialmente a colegas que dedicaram o seu trabalho para o serviço público e tiveram destaque em suas realizações.

— Foi uma enorme alegria ver Claudia Lyra, Luciana Vega e Guerzoni, além de João Lima, que não pôde comparecer, terem reconhecido o trabalho, o talento e a dedicação ao Senado Federal. É um prazer saber que ao nosso lado estão colegas que doam parte da sua vida, da sua rotina, do seu dia a dia para melhoria do serviço público. É um prazer saber também que essa melhoria é, dia a dia, reconhecida pelos cidadãos brasileiros — disse Ilana, que também lembrou a homenagem póstuma a Sarah Abrahão, primeira mulher a ocupar a Secretaria-Geral da Mesa.

Excelência

Diretora da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Érica Ceolin afirmou que, para muitos setores da sociedade, o trabalho do servidor público continua sendo visto de forma pejorativa, mesmo que o perfil do profissional tenha mudado e hoje exista a consciência do servir à sociedade com excelência e transparência.

— Ser reconhecido como Gente que Inspira [nome dado pelo Sindilegis à homenagem] é, além de incentivo para o premiado, mola propulsora para que outros se empenhem e acreditem que é possível fazer a diferença no serviço público com inovação e qualidade.

Segundo Érica, a Comunicação do Senado também se sente prestigiada com a premiação de Lucyana Vega e, ao assumir o compromisso de divulgar a homenagem, contribui para motivar os servidores no melhor atendimento à comunidade.

Foi Lucyana Vega quem teve a ideia a criar o concurso de redação que, depois, passou a ser utilizado para selecionar estudantes que participaram do programa Jovem Senador, projeto da Secom, Secretaria-Geral da Mesa e Consultorias Legislativa e de Orçamento, desenvolvido pela Secretaria de Relações Públicas, Publicidade e Marketing com apoio da Diretoria-Geral (DGer).

Ela disse que não esperava a homenagem e que se sentiu lisonjeada. O concurso de redação foi criado há 12 anos para que o Senado alcançasse as escolas, segundo Lucyana, que à época trabalhava na Secretaria de Relações Públicas.

— Cinco anos depois, Claudia Lyra [então secretária-geral da Mesa] trouxe a ideia de premiar 27 alunos, um de cada unidade da Federação, para vivenciarem o trabalho dos senadores por três dias em Brasília. Com isso, o projeto ganhou uma dimensão institucional de fato e está há 12 anos vigorando. Nós, servidores, temos muita dedicação em prol da sociedade.

Serviço Público

Claudia Lyra contou que ficou emocionada quando recebeu a ligação e foi informada sobre a homenagem. Ela parabenizou o Sindilegis pela iniciativa pelo reconhecimento do trabalho do servidor público em prol do serviço público.

— Tudo o que fiz e deixei de realização no Senado e no Congresso foi por pura paixão, por acreditar na construção dia a dia da cidadania e, em consequência, no fortalecimento da democracia. Trabalhar no Senado é uma oportunidade ímpar de contribuir para a História do Brasil.

Para o consultor legislativo Gilberto Guerzoni, a homenagem foi um reconhecimento do trabalho desenvolvido no Senado.

— Acho que foi realmente algo interessante. Valeu a pena. Não sei como chegaram ao meu nome nem como foi o processo de escolha. Me ligaram e perguntaram se eu aceitaria receber a homenagem, símbolo de que as pessoas conhecem o trabalho dos servidores, principalmente para mim, que sou um burocrata escondido atrás da sua mesa. Não exerço nenhuma atividade de direção, só o trabalho cotidiano, há mais de 25 anos.

O servidor João Lima, chefe do Serviço de Soluções para Informação Legislativa e Jurídica (Seleju), do Prodasen, não compareceu ao evento porque estava viajando. O troféu em homenagem póstuma a Sarah Abrahão foi recebido por sua filha, Claudia Cinira Tolentino.

O evento, realizado pelo Sindilegis no Centro de Convenções de Brasília, teve também palestra do médico Drauzio Varella, performance do artista Marcos Casuo, que trabalhou oito anos no Cirque du Soleil, e apresentação da psicóloga Carla Furtado sobre felicidade. No final, os participantes assistiram ao show da banda Titãs.

Fonte: Intranet do Senado Federal

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11