Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil


Release

Jovem Senador cresce mais de 300% no Pará e dobra no Mato Grosso


A divulgação corpo a corpo foi o principal motivo para o crescimento de 364% no número de redações do Jovem Senador este ano no Pará. A constatação é de uma das coordenadoras do programa no estado Diana Barbosa Gomes Braga. Foram 1.202 textos produzidos pelos alunos. Mais de 4.700 estudantes e 163 professores foram mobilizados em um total de 640 escolas no estado.

Diana explica que o número poderia ser ainda maior, mas dois feriados em Belém coincidiram com o fim do prazo de inscrições no concurso de redação. Ela ressalta que a estratégia de dar início à divulgação nas escolas desde o início do ano letivo se revelou eficiente para que o projeto tivesse uma maior adesão dos estudantes.

A coordenadora acrescenta que também houve uma divulgação intensa nas mídias sociais e no site da Secretaria de Educação do Estado - Seduc. Foram enviados e-mails e mensagens pelo WhatsApp, semanalmente, para as escolas com material de apoio sobre o concurso. Segundo Diana, o sucesso da ação em parceria com a Seduc, se deve também ao Programa Educa Pará, uma campanha da rede pública de ensino pela garantia do direito de aprender. Ela aponta que um dos maiores êxitos do Jovem Senador foi a importância, percebida pelos estudantes, de se discutir o orçamento público, assunto da redação deste ano. Para ela, ainda que o tema não seja trabalhado corriqueiramente na sala de aula, deu aos alunos uma excelente oportunidade para o exercício da cidadania e a consciência sobre a utilização do dinheiro público.

“A participação da jovem senadora de 2018, Luana Coutinho, foi muito positiva para a divulgação do programa no Pará”. É o que afirma Ana Lúcia da Silva Brito, que também coordena o Jovem Senador no estado. Ela destaca a relevância da participação dos estudantes de outras edições do projeto na fase de inscrições para que o programa consiga um maior engajamento da comunidade escolar. “É importante porque eles falam da experiência que tiveram e do quanto isso é motivador para o processo evolutivo de jovens protagonistas e empreendedores”, acrescenta Ana Lúcia.


Mato Grosso – O estado também teve um aumento significativo na quantidade de redações produzidas este ano. O número mais que dobrou em relação ao ano passado. Foram 1.263 textos em 2018, contra 625 no ano passado.

Para um dos coordenadores do Jovem Senador no estado Willian Vinicius Cavalcante Fernandes, que está no projeto desde abril deste ano, a visita a escolas e a comunicação direta com os educadores e representantes de lideranças estudantis teve um efeito muito positivo para o concurso. Segundo ele, um trabalho de “formiguinha” fez a diferença no resultado. Willian conta também que chegou a publicar informações e reportagens sobre o projeto em um sistema de internet próprio da Secretaria de Educação do Estado, que integra toda a comunidade escolar.

William acrescenta ainda que uma palestra com um auditor do Tribunal de Contas do Estado sobre a execução do orçamento público no Brasil também conseguiu muito engajamento dos estudantes que assistiram ao evento. Segundo ele, alunos de cinco escolas estaduais de Várzea Grande, município da região metropolitana de Cuiabá, conseguiram esclarecer dúvidas e obter mais conhecimento sobre o tema.

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11