Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Release

Classificada em segundo lugar nacional, Colégio Dom Pedro II, do Distrito Federal, recebe computadores da equipe do Jovem Senador

A equipe do projeto Jovem Senador entregou, nesta quarta-feira (14), dois computadores de mesa, conhecidos pelo termo inglês desktops, ao Colégio Militar Dom Pedro II. Os equipamentos de informática são parte do prêmio conquistado pela escola, que teve sua aluna Isabelle da Silva dos Santos classificada em segundo lugar nacional no concurso de redação que selecionou os jovens senadores em 2016.

Os prêmios foram recebidos pelo comandante do colégio, tenente coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, Júlio César Vasques Setúbal, que enalteceu o mérito da aluna pela conquista.

- Para o professor, para o diretor de escola, no final, o que conta é isto: você ver o aluno rompendo, vencendo, conquistando. Eu acredito que o que move o coração do professor e da escola são esses momentos. – disse o comandante, parabenizando aluna e professor pelo resultado.

Conforme previsto no regulamento do Jovem Senador, os computadores ficarão à disposição dos alunos para uso coletivo. As máquinas já foram instaladas na biblioteca escolar, onde contribuirão para o aprendizado dos estudantes.

- É inegável o efeito pedagógico da tecnologia em favor dos alunos. Os computadores virão a agregar muito como ferramenta de pesquisa.  – afirmou Giselle Guimarães. A bibliotecária da escola se disse envaidecida e feliz com o desempenho da aluna, segundo ela, “presença marcante em nosso balcão de atendimento”.

O professor orientador Milton Tavares de Castro Júnior destacou o sucesso de Isabelle e a participação dos professores que passaram por todo o seu caminho na escola, e elogiou o Senado pela iniciativa do concurso de redação como processo de seleção dos Jovens Senadores.

- É um incentivo para que o nosso jovem desenvolva a escrita, a capacidade de crítica, porque o gênero que é solicitado exige isso. Então, tem que entender o que está acontecendo no país, saber enxergar o porquê daquela situação e, no fim, propor uma solução. E o aluno, quando escreve nesse gênero, é estimulado a desenvolver essas competências. – afirmou.

Maior responsável pela premiação, Isabelle se disse feliz por ter agregado não só à sua vida, mas também por poder contribuir para melhorar a sua escola. Ela também lembrou de sua participação na etapa presencial, com “uma das experiências mais incríveis” de sua vida.

- Acho que nunca amadureci tanto em tão pouco tempo. Não foi só conhecer sobre processo legislativo. Estar em contato com pessoas com realidades diferentes da minha, ver com mais profundidade a realidade do meu país. Isso trouxe pra mim, principalmente, esperança. – lembrou.

A entrega em mão foi uma possibilidade tendo em vista que a aluna classificada em segundo lugar é do Distrito Federal, onde está localizada a sede do Senado Federal. A premiação das escolas classificadas em primeiro e terceiro lugares, Minas Gerais e Pernambuco, respectivamente, foi encaminhada pelos Correios.

 

SERVIÇO

 

 

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11