Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Release

Jovem Senador entrega prêmio ao professor orientador do DF

O Projeto Jovem Senador entregou nesta segunda-feira (14) o prêmio do professor Rogério da Silva Pacheco, um tablet de uso pessoal, pela sua participação no 8º Concurso de Redação do Senado Federal e 5º Projeto Jovem Senador, realizados em 2014. Rogério orientou o aluno vencedor pelo Distrito Federal, Victor Henrique Taquary, com a redação

Os caminhos da participação política”, recém aprovado no Curso de Direito da Universidade de Brasília - UnB, após sua seleção pelo PAS/2015.

Professor do Colégio Militar Dom Pedro II do Distrito Federal, é a primeira vez que Rogério participa do Jovem Senador e já conseguiu emplacar um aluno vencedor. Com mais de cinco anos de magistério, é titular da disciplina de Redação e gosta de estimular seus alunos a participarem de iniciativas voltadas para a produção de textos diferenciados. Anualmente, o professor Rogério organiza junto com os demais professores um projeto interdisciplinar para analisar a participação dos alunos nos mais variados concursos de redação do país. “Temos uma seção de projetos e ali avaliamos os temas, quais turmas podem participar e estamos sempre atentos às novas experiências que podem melhorar a formação dos alunos”.

Com a seleção do aluno Victor Henrique em 2015, os quase 700 alunos do Ensino Médio do Colégio Dom Pedro II ficaram empolgados e os preparativos para o Jovem Senador deste ano já começaram. Segundo o professor Rogério, o Projeto desperta para a discussão de novos temas e a inclusão de conteúdos relacionados à participação cidadã dos jovens. “Gostamos de trabalhar com textos do convívio social do aluno, que ele possa publicar, distribuir, utilizar em casa, em sua comunidade, na escola. É preciso que o estudante veja a aplicação real do texto que está produzindo porque isso faz com que ele trabalhe melhor o conteúdo, pesquise e adquira maior competência para redigir”.

Uma das dicas do professor Rogério para escrever uma boa redação é que o aluno inicie pesquisando o tema e fazendo um plano de redação, que ele estruture as ideias. Posteriormente, deve fazer uma primeira versão do texto e dar um intervalo de uma semana aproximadamente, o que ele chama de tempo de “estranhamento”. É o momento em que ocorre o distanciamento do texto produzido para que se possa “enxergar” melhor o trabalho feito. Em seguida, o aluno deve revisar o que escreveu e corrigir as estruturas gramaticais, verificar a pontuação e criar o título - “Um dos grandes segredos do bom texto é produzir uma redação que seja interessante e agradável de ler, é preciso pensar no leitor”.

Segundo o professor Rogério, uma das maiores qualidades do Projeto Jovem Senador é apontar os canais da participação política, como o cidadão pode fazer para inteirar-se do trabalho que é realizado no seu município, no seu estado e de que forma essa atuação pode influenciar nos destinos da comunidade e do país.

Para trabalhar o tema de 2016 – “Esporte: educação e inclusão”, o professor Rogério e seus alunos já começaram a pesquisar e estão ansiosos para dar inicio à produção das redações, iniciativa que conta com o apoio da Direção do Colégio Militar Dom Pedro II.

 

SERVIÇO

Projeto Jovem Senador 2016

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211