Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Release

Comissão aprova projeto da Jovem Senadora do Mato Grosso do Sul

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal (CDH) aprovou a proposição da estudante Jéssica Renata Gomes Perez – jovem senadora pelo Mato Grosso do Sul em 2011.

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal (CDH) aprovou nesta quinta-feira, dia 23 de maio, a proposição da estudante Jéssica Renata Gomes Perez – jovem senadora pelo Mato Grosso do Sul em 2011 – que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). A intenção da autora é a inserção de avaliações seriadas, no final de cada ano do ensino médio, como forma de acesso às instituições públicas de ensino superior.

A aprovação foi recomenda pela senadora Ana Rita (PT/ES) e será formatada em projeto de lei e seguirá tramitação no Congresso Nacional. O andamento pode ser acompanhado na página do Senado Federal, no Portal de Atividade Legislativa, localizado no endereço www.senado.gov.br/atividade. Em seguida, acesse o bloco “identificação básica”, marque a opção “sugestões” no combo “tipo de proposições”. Por último, coloque o ano “2011” e clique no botão “pesquisar”, situado no final da página.  O projeto tramita sob a sigla SUG 24/2011. Lá também poderão ser vistos os textos dos demais jovens senadores.

 

Jovem Senadora

Assim que sua redação foi escolhida a melhor do estado pela Secretaria de Educação – forma de ingresso ao projeto Jovem Senador – Jéssica Peres concedeu entrevista a vários veículos de comunicação. Não suficiente, ainda foi convidada para ministrar palestras em outras cidades e, aqui no Senado, foi eleita pelos colegas como a 1ª Secretária da Mesa do Senado Jovem Brasileiro.

“Ser Jovem Senador é algo maravilhoso na vida de um estudante. É uma experiência marcante, não tem como esquecer. Só Deus para proporcionar esses momentos. Foram dias de alegria, aprendizado, troca de experiências e, acima de tudo, um período da minha vida que me fez crescer e acreditar que tudo é possível, desde que haja fé”, declara a ex-aluna da Escola Estadual Filinto Müller.

A perseverança, aliada ao estudo, também garantiu a aprovação na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. “Curso Direito no período matutino. Acordo diariamente às 4h40 e me arrumo para mais um dia aula. Meus planos para o futuro? Virar uma excelente advogada e abrir meu próprio escritório”.

 

Em tempo

Os estudantes do ensino médio já podem escrever seu texto. O “Jovem Senador: 5º Concurso de Redação do Senado Federal” é voltado aos alunos regularmente matriculados nos dois últimos anos do ensino médio, das escolas públicas estaduais e do Distrito Federal. Para participar, é preciso ter no máximo 19 anos e escrever uma redação com o tema “Meu município, meu Brasil”. Os 27 finalistas de cada estado e do Distrito Federal representarão a sua unidade da Federação em Brasília no Projeto Jovem Senador, uma simulação de como é o processo de leis no nosso país.

Por Cleuber Nunes

 

SERVIÇO

Jovem Senador: 5º Concurso de Redação do Senado Federal
Site: www.senado.gov.br/jovemsenador
Twitter: @jovemsenador

 

Matérias relacionadas:

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11