Lídice da Mata se manifesta contra reforma da Previdência proposta por Temer

Da Redação | 14/02/2017, 19h42 - ATUALIZADO EM 14/02/2017, 20h34

Em pronunciamento nesta terça-feira (14), a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) disse que a reforma da Previdência proposta pelo governo Temer prejudicará os trabalhadores, afetando direitos já assegurados, especialmente as mulheres. O texto encaminhado pelo governo tramita na Câmara dos Deputados.

Lídice da Mata afirmou que o governo tenta "colocar no colo do trabalhador" toda a responsabilidade pela manutenção da Previdência, impondo-lhe um ritmo de trabalho impossível de ser alcançado em um período de mais de 40 anos de contribuição.

No entanto, observou a senadora, a Constituição de 1988 assegurou aos cidadãos o direito de de obter dignidade para chegar ao fim da vida em condições dignas. A senadora ressaltou que os trabalhadores mais atingidos pela reforma previdenciária serão os que ganham salário mínimo e terão sua aposentadoria calculada com base nesse piso.

— O trabalhador vai sofrer muito com uma contribuição de quase 50 anos, praticamente impossível para um trabalhador autônomo — afirmou Lídice da Mata.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)