Reforma Tributária

Reforma Tributária deve desonerar os mais pobres, diz Plínio Valério

01:47Reforma Tributária deve desonerar os mais pobres, diz Plínio Valério

Transcrição LOC: O SENADOR PLÍNIO VALÉRIO, DO PSDB DO AMAZONAS, DEFENDE A RETOMADA DA DISCUSSÃO DA REFORMA TRIBUTÁRIA PARA DESTRAVAR A ECONOMIA DO PAÍS. LOC: ELE TAMBÉM QUER ALIVIAR A CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE OS ALIMENTOS PARA BENEFICIAR OS MAIS POBRES. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. TÉC: Por causa da pandemia de covid-19, desde março estão suspensos os debates sobre a Reforma Tributária. O Congresso vota apenas matérias urgentes para enfrentar a crise gerada pelo novo coronavírus. Apesar de ainda a doença não estar controlada, o senador Plínio Valério, do PSDB do Amazonas, defende a retomada dos debates. Ele lembrou que o Senado discutiu e aprovou matérias que não estão ligadas diretamente à pandemia - como o Marco do Saneamento Básico. E disse que também a Reforma Tributária deve ser discutida, pois ela é essencial para destravar a economia. Valério defende ainda a desoneração de impostos sobre a alimentação, que penalizam principalmente os mais pobres. (Plínio Valério): “A Reforma Tributária, no meu entendimento, não pode mais esperar. Eu acho que tem que acelerar. Eu considero a mãe das reformas porque ela vai mexer no bolso de todo mundo, no bolso de todos nós. E onde incide mais impostos, no meu entendimento - se não é mais na taxa, é onde mais sofre - é exatamente na carga tributária que incide sobre o consumo, particularmente em cima da alimentação. O pobre gasta muito do seu salário com comida. Então, acho que desonerar nessa quantidade enorme de impostos que tem sobre a alimentação, as coisas vão melhorar, além das pessoas comerem melhor, o dinheiro vai circular com outras compras”. (Rep): Entre as matérias sobre Reforma Tributária em discussão no Congresso, a Comissão Mista da Reforma Tributária analisa, especialmente, duas PECs, Propostas de Emenda à Constituição: uma do deputado Baleia Rossi, do MDB de São Paulo; e outra do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá. Da Rádio Senado, Iara Farias Borges. PEC 45/2019 PEC 110/2019

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) defendeu a retomada das discussões sobre a Reforma Tributária, como forma de destravar a economia e desonerar os alimentos, cuja carga penaliza os mais pobres. A discussão do assunto está suspensa desde março por causa da pandemia de covid-19.  A Comissão Mista da Reforma Tributária analisa, especialmente, duas propostas de emenda à Constituição (PEC): a do deputado Baleia Rossi, do MDB de São Paulo (PEC 45/2019) e a do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá (PEC 110/2019). Reportagem, Iara Farias Borges.

TÓPICOS:
Alimentos  Amapá  Amazonas  Carga Tributária  Constituição  Coronavírus  covid-19  Davi Alcolumbre  Desoneração  Economia  MDB  pandemia  pandemia de covid-19  PSDB  Reforma Tributária  São Paulo  Saneamento Básico  Senador Davi Alcolumbre  Senador Plínio Valério 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo