Senadores elogiam redução de impostos para videogames — Rádio Senado
Impostos

Senadores elogiam redução de impostos para videogames

A redução de impostos para videogames é elogiada por senadores. Fernando Collor (Pros-AL) diz que medida incentiva um mercado competitivo e que só tende a crescer. Já Telmário Mota (Pros-RR) defende a proposta de emenda à Constituição (PEC 51/2017) que dá isenção tributária para o segmento. A PEC já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça e aguarda votação no Plenário. A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.

03/11/2020, 13h47 - ATUALIZADO EM 03/11/2020, 13h47
Duração de áudio: 01:39
Foto: Stockphotos/direitos reservados

Transcrição
LOC: REDUÇÃO DE IMPOSTOS PARA VIDEOGAMES É ELOGIADA POR SENADORES. LOC: UMA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO COM ISENÇÃO TRIBUTÁRIA PARA O SEGMENTO JÁ FOI APROVADA NA CCJ E AGUARDA VOTAÇÃO NO PLENÁRIO. A REPORTAGEM É DE BRUNO LOURENÇO. (Repórter) O presidente Jair Bolsonaro reduziu em dez pontos percentuais o Imposto sobre Produtos Industrializados de consoles, partes e acessórios de videogames. A medida foi aplaudida pelo senador Fernando Collor, do PROS de Alagoas. Segundo ele, a redução incentiva um mercado competitivo e que só tende a crescer. (Fernando Collor) A medida do Governo Federal incentiva um mercado que movimenta um bilhão e meio de dólares por ano só no Brasil, gerando emprego e renda e aquecendo a economia. Ainda há muito espaço para novas reduções. Precisamos diminuir o peso do Estado sobre o setor produtivo. (Repórter) Foi o segundo corte no IPI de videogames promovido pelo atual governo. O senador Telmário Mota, do Pros de Roraima, disse que a redução de imposto é bem-vinda. Mas lembrou que a Comissão de Constituição e Justiça já aprovou proposta de emenda à Constituição que dá imunidade tributária para o segmento. (Telmário Mota) E eu vendo que outros países deram a imunidade tributária para consoles e jogos de videogames produzidos nos seus países. A nossa proposição é neste sentido: que seja também dada a imunidade tributária para esses jogos, consoles de videogames, produzidos no nosso País. Está faltando vir para cá. (Repórter) A PEC surgiu de uma ideia apresentada pelo cidadão Kenji Kikuchi, do Rio de Janeiro, para reduzir os impostos de jogos e videogames. Telmário acredita que a medida vai gerar empregos, renda e será um golpe fatal na pirataria. PEC 51/2017

Ao vivo
00:0000:00