Senado vai discutir pacote anticrime — Rádio Senado
Segurança

Senado vai discutir pacote anticrime

A senadora Eliziane Gama (PPS-MA) apresentou no Senado três projetos que fazem do pacote anticrime enviados pelo ministro da Justiça. A ideia é acelerar a discussão do tema, que encontra-se com a tramitação na Câmara parada devido à Reforma da Previdência.

28/03/2019, 17h57 - ATUALIZADO EM 28/03/2019, 19h21
Duração de áudio: 01:58
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza 
audiência pública com o ministro da Justiça para apresentar metas e diretrizes da pasta e detalhar o pacote anticrime.

Em destaque, ministro da Justiça, Sergio Moro.

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Foto: Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Transcrição
LOC: SENADORA APRESENTA OS PROJETOS DO PACOTE ANTICRIME PARA SEREM VOTADOS NO SENADO. LOC: AS PROPOSTAS DE COMBATE À CORRUPÇÃO, À IMPUNIDADE E AO CRIME ORGANIZADO ESTÃO PARADAS NA CÂMARA POR CONTA DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. TÉC: Com o apoio de cinco líderes partidários, a senadora Eliziane Gama, do PPS do Maranhão, apresentou três projetos de lei do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro. As propostas estavam paradas na Câmara dos Deputados devido à Reforma da Previdência. Entre elas, estão iniciativas de combate à corrupção e ao crime organizado e mudanças nos Códigos de Processo Penal e Eleitoral. Ao comentar o recuo dos deputados, que depois da iniciativa do Senado decidiram discutir o pacote anticrime, Eliziane Gama avisou que os senadores também vão votar os projetos ao mesmo tempo. (Eliziane) Eu acho que a iniciativa das duas Casas acelera sim as duas ações caminharão de forma paralela e de forma construtiva. Aqui nós ainda não estamos debatendo a Previdência. Então, nós temos até muito mais tempo para nos debruçar mais em relação ao pacote anticrime. REP: O senador Angelo Coronel, do PSD da Bahia, negou qualquer disputa de poder com a Câmara. Ele lembrou que o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia, do Democratas do Rio de Janeiro, havia manifestado apoio à iniciativa do Senado de adiantar a votação do pacote anticrime. (Angelo) O Brasil precisa de celeridade nas reformas. Já que a Câmara está debruçada para fazer a reforma, eu acho viável que a gente inicie a tramitar e analisar o projeto pacote anticrime. Acho salutar, então vamos trabalhar para dar celeridade. REP: No pacote, estão a prisão em segunda instância e medidas para impedir a prescrição dos crimes. Os projetos serão votados pela Comissão de Constituição e Justiça. Rádio Senado, Hérica Christian.

Ao vivo
00:0000:00