Indicação de Luiz Fux chega ao Senado — Rádio Senado

Indicação de Luiz Fux chega ao Senado

LOC: A INDICAÇÃO DE LUIZ FUX AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CHEGOU NESTA QUINTA-FEIRA AO SENADO.  

LOC: A PROPOSTA DEVE SER ANALISADA NA RETOMADA DOS TRABALHOS DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA, NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA. OS DETALHES COM O REPÓRTER GEORGE CARDIM. 

TÉC: Os senadores da Comissão de Constituição e Justiça vão retomar as suas atividades e já na primeira reunião vão eleger o novo presidente e vice-presidente do colegiado para os próximos dois anos. O primeiro item da pauta de votações deve ser a indicação de Luiz Fux para o Supremo Tribunal Federal. O senador Demóstenes Torres, que foi o presidente da CCJ nos últimos dois anos, elogiou a trajetória profissional e acadêmica de Luiz Fux, que é ministro do Superior Tribunal de Justiça, professor, autor de diversos livros de Direito e presidiu a Comissão de Juristas que elaborou o novo Código de Processo Civil. Demóstenes Torres, do Democratas de Goiás, lembrou que o cargo de ministro do STF está vago há seis meses e defendeu que a indicação seja analisada o mais rápido possível. (Demóstenes) Ele é muito ágil, talentoso, trabalhador. Devido ao fato de o Supremo Tribunal Federal está desde agosto do ano passado uma composição incompleta, a votação deve ser relâmpago. Eu acredito que temos de votar o mais rápido possível. (Cardim) Após as indicações dos novos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça, os senadores devem voltar a discutir algumas matérias que já estavam em discussão na legislatura passada. Na área de segurança pública, por exemplo, várias propostas buscam impedir a impunidade, reduzir a violência e combater a criminalidade no País. Entre elas, um projeto que torna mais rigorosa a progressão de regime e a concessão de benefícios a presidiários. Outra iniciativa cria o Fundo Nacional de Segurança Pública.
03/02/2011, 00h02 - ATUALIZADO EM 03/02/2011, 00h02
Duração de áudio: 01:52
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00