CDR debate parceria com a Alemanha para plano de Cidades Inteligentes

Carlos Penna Brescianini | 14/02/2020, 17h53

A Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) promove na quarta-feira (19), às 9h, audiência pública para debater a proposta conjunta Brasil-Alemanha de “cidades Inteligentes”. Estão convidados representantes do Ministério de Desenvolvimento Regional; do Ministério da Ciência, Tecnologia , Inovação e Comunicações; da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); do governo alemão e do (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) BNDES.

O requerimento, de autoria do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), afirma que o Brasil tem uma série de características urbanísticas, sociais e tecnológicas que dificultam a implantação de projetos estruturados e transformadores.

"Podemos citar o arranjo federativo, os gargalos orçamentários, a dificuldade dos agentes munícipes para o manejo das contratações públicas, a falta de familiaridade com as parceiras público-privadas e a titularidade sobre as soluções contratadas, declarou o senador no texto.

Izalci também declara que as cidades inteligentes são fruto da integração e aprimoramento dos serviços urbanos por meio da utilização de tecnologia.

"A questão é: como integrar essas soluções no espaço federativo para gestão das cidades por meio da cooperação entre indústria, administração pública e os cidadãos? A cidade do futuro deve ser inovadora, conjugar serviços e racionalizar recursos, além de funcionar de forma inclusiva, colaborativa, transparente e, acima de tudo, com foco nas pessoas", reforça.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)