Comissão de Mudanças Climáticas cumpriu objetivos deste ano, diz Zequinha Marinho

Da Redação | 17/12/2019, 22h38

A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas aprovou nesta terça-feira (17) o Relatório Anual das Atividades de 2019. Para o presidente do colegiado, senador Zequinha Marinho (PSC-PA), foram cumpridos todos os objetivos para este ano, na medida em que os parlamentares puderam ouvir diversas opiniões, tanto do governo quanto da oposição, de questões como, por exemplo, o desmatamento da Amazônia e  regularização fundiária. 

Zequinha Marinho afirmou que os objetivos do colegiado foram cumpridos ao longo do ano.

— Acredito que a gente tenha conseguido alcançar nossos objetivos: discutir com grande parte daqueles que entendem com amplitude e profundidade o tema 'mudanças climáticas', poder fazer comparações, poder ouvir gente que defende de um extremo ao outro, e poder recomendar, através do relatório, não só ao governo federal, mas o Congresso Nacional também, porque é aqui a caixa de ressonância da sociedade.

O relator da comissão, o deputado Edilázio Júnior (PSD-MA), destacou a realização de audiências públicas que debateram temas como o monitoramento e o combate das queimadas e do desmatamento na Amazônia, a regularização fundiária como instrumento para reduzir a tensão social no campo, o Fundo Amazônia, a bioeconomia e o mercado de carbono.

Edilázio Júnior ainda ressaltou a participação de membros da comissão mista na 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima, a COP-25, que ocorreu no início de dezembro em Madri, na Espanha.

— Um dos temas centrais nas discussões da COP-25 foi o mercado de carbono. Essa proposta determina uma cota máxima de gases de efeito estufa que as nações podem emitir, contudo, possibilita a negociação de cotas. Outro ponto levantado foi sobre a ajuda de países ricos na redução da emissão de gases de efeito estufa e na proteção de ecossistemas de países pobres e em desenvolvimento. Além disso, é cobrado um amparo de países ricos também aos países pobres, que mais acabam sentindo os efeitos do aquecimento global.

A comissão ainda fez uma indicação ao Poder Judiciário para a realização de um mutirão para julgamento das ações civis públicas instauradas contra os responsáveis por desmatamentos ilegais.

Da Rádio Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h27 Transporte exclusivo para cuidadores: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.178/2020, que prevê transporte exclusivo para cuidadores de pessoas com deficiência, de portadores de doenças raras e de idosos durante a pandemia. A matéria segue para a Câmara.
19h57 Dívidas rurais: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 1.543/2020, que prorroga o vencimento de dívidas rurais de agricultores familiares. A matéria segue para a Câmara.
17h53 Cessão de leitos para o SUS: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.324/2020, que obriga hospitais privados a ceder leitos desocupados para tratar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com a covid-19. A matéria segue para a Câmara.
Ver todas ›