Lasier: senadores vão encaminhar ao STF manifestação favorável à prisão em segunda instância

Da Redação | 29/10/2019, 18h21

O senador Lasier Martins (Podemos-RS) informou em Plenário, nesta terça-feira (29), que um grupo de senadores vai encaminhar ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma carta aberta com manifestação favorável à prisão em segunda instância e descrição das consequências de uma mudança no entendimento da corte sobre o tema.

Segundo Lasier, o julgamento em curso no STF vem causando apreensão na sociedade brasileira, devido à possibilidade de os ministros reverterem o atual entendimento  - de que é possível a prisão após condenação em segunda instância - e com isso concederem o direito à liberdade a quase 5 mil criminosos, entre eles, conforme salientou, os que cometeram crime de corrupção.

— Nós estamos diante da mais preocupante decisão, da mais controvertida decisão, pela insegurança jurídica que vem criando, o Supremo Tribunal Federal, porque, até 2009, ninguém falava no assunto. Bastou o mensalão e, depois, o petrolão para que esse tema assumisse uma relevância extraordinária. Por quê? Porque há gente poderosa envolvida. Há políticos envolvidos, há empresários envolvidos. Então, eles precisam de um tratamento diferenciado, e nós estamos diante do mais lamentável casuísmo — disse.

Até agora, o placar no STF está em 4 votos a 3 a favor da prisão em segunda instância e o julgamento será retomado no dia 7 de novembro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›