Confúcio se diz contra liberação de armas e redução de áreas de proteção ambiental

Da Rádio Senado | 05/08/2019, 16h15

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) anunciou em Plenário, nesta segunda-feira (5), que votará contra três pontos que estão na pauta política do país: a liberação de armas de fogo, mudanças na demarcação de terras que prejudiquem povos indígenas e a redução ou alteração de áreas de proteção ambiental.

O parlamentar destacou ainda a importância das declarações de quem detém cargo público. Para ele, alguns conteúdos quando proferidos por autoridades, como uso de palavras e termos que não estão previstos na legislação, acabam sendo prejudiciais e incitando algum tipo de desordem na sociedade, principalmente no que se refere a questões ligadas ao meio ambiente. Ele citou a aprovação do Código Florestal, pelo Congresso Nacional, e argumentou que qualquer mudança em relação a esse tema precisa passar pela aprovação do Legislativo.

— Quem está aqui há muito tempo sabe como foi difícil aprovar o Código Florestal numa negociação nacional. Ela foi debatida em audiências públicas em cada estado, em cada região deste país, para ao final sair esse Código Florestal. É muito importante a manutenção do Código Florestal brasileiro. Pode haver pequenas alterações no decorrer do tempo. Toda lei pode mudar na hora certa, de acordo com as conveniências, de acordo com os movimentos. Ela vai se ajustando, mas não sair a toque de caixa mudando o Código Florestal — defendeu.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›