Izalci é eleito presidente da CDR

Da Redação | 13/02/2019, 19h15 - ATUALIZADO EM 14/02/2019, 12h57

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) foi eleito nesta quarta-feira (13) presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) para o biênio 2019-2020. O vice-presidente deverá ser escolhido na próxima reunião do colegiado. Ao assumir a presidência, Izalci manifestou seu empenho para enfrentar as disparidades regionais.

Com 17 membros titulares e 17 suplentes, a CDR tem, entre suas atribuições específicas, a competência para examinar proposições sobre desigualdades regionais e políticas de desenvolvimento regional, integração entre as regiões, agências e organismos de desenvolvimento, e assuntos referentes ao turismo.

Perfil

Izalci Lucas Ferreira nasceu em Araújos (MG) em 1956. Formado em contabilidade, foi bancário, professor e sindicalista. Exerceu três mandatos de deputado federal, cargo que assumiu como suplente de sua coligação em 2008 e para o qual foi eleito em 2010 e 2014. Em 2002, eleito deputado distrital, foi convidado a assumir a gestão da Secretaria de Ciência e Tecnologia do DF no governo de Joaquim Roriz (2002-2006). Ocupou a mesma secretaria no governo de José Roberto Arruda (2007-2010).

Izalci foi eleito para o Senado com 15,3% dos votos. Na Câmara, presidiu a Comissão do Marco Regulatório de Ciência, Tecnologia e Inovação (Lei 13.243, de 2016). Presidiu ainda a comissão mista que ampliou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h03 Empréstimos para o Nordeste: O Tribunal de Contas da União deverá investigar empréstimos feitos pela Caixa Econômica para estados do Nordeste. A decisão é do Plenário do Senado, que aprovou o Requerimento 652/2019.
19h58 Embaixada na Malásia : O Plenário do Senado aprovou a indicação de Ary Norton de Murat Quintella para a embaixada do Brasil na Malásia.
18h41 Embaixada de Cingapura: Senadores aprovam o nome de Eugenia Barthelmess para comandar a embaixada brasileira em Cingapura.
Ver todas ›