José Sarney doa livro raro sobre biblioteconomia para Biblioteca do Senado

Da Comunicação Interna | 17/01/2019, 16h59 - ATUALIZADO EM 22/01/2019, 10h51

O ex-presidente da República e ex-presidente do Senado José Sarney doou para a Biblioteca Luiz Viana Filho, a Biblioteca do Senado, a Tabela Cutter-Sanborn, obra especializada da área de biblioteconomia. O livro será incorporado à Coleção Especial. A função da tabela é possibilitar a ordenação das diversas obras de um mesmo autor dentro de um mesmo assunto.

— Essa é uma importante ferramenta de trabalho da biblioteconomia e vem complementar o acervo da biblioteca — avalia Mônica Rizzo, coordenadora da Biblioteca do Senado.

Rafael Escher, bibliotecário do Serviço de Desenvolvimento de Coleções, considera a doação uma homenagem do ex-presidente à Casa, por sua participação constante para o incremento do acervo da instituição.

— É uma bonita homenagem de um eterno parceiro institucional. Ele nos presenteou com uma antiga edição [de 1962] de uma ferramenta clássica da biblioteconomia — agradeceu Escher.

Utilizada na indexação de obras, a tabela é usada não só no Brasil, mas internacionalmente, segundo afirmou o bibliotecário.

Sarney presidiu o Senado Federal em quatro ocasiões: 1995/1996, 2003/2004, 2009/2010 e 2011/2012. Deixou o Senado ao final de 2014.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h14 Mulheres marisqueiras: A Comissão de Reforma Agrária (CRA) aprovou projeto de lei da Câmara (PLC 47/2017) que institui política de desenvolvimento para mulheres marisqueiras. A matéria segue para o Plenário do Senado.
12h03 Cotas para agricultor familiar: A Comissão de Reforma Agrária (CRA) aprovou projeto de lei que cria cota de ao menos 10% para agricultores familiares nos institutos federais de educação. O PL 778/2019 segue para a Comissão de Educação.
11h35 Produtor na Amazônia: A Comissão de Agricultura de Reforma Agrária (CRA) aprovou o Projeto de Lei do Senado 376/2017 que dá Incentivos fiscais a produtores rurais da Amazônia Legal. A matéria segue para a Comissão de Meio Ambiente (CMA).
Ver todas ›