Posse de Jair Bolsonaro terá cobertura especial da comunicação do Senado

Da Redação | 28/12/2018, 15h38

Os veículos de comunicação do Senado farão a cobertura completa da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 1º de janeiro. Na TV Senado, 135 profissionais vão trabalhar para oferecer, a partir das 14h, a transmissão da cerimônia. No estúdio, a jornalista Antônia Márcia Vale vai ancorar a programação na companhia do historiador e consultor do Senado, Marcos Magalhães.

Dez câmeras vão permitir que a TV Senado forneça imagens da área externa, Salão Negro, Salão Azul e parte do Salão Verde do Congresso Nacional. No pool de canais de TV responsável pela geração de imagens do evento, as emissoras privadas se encarregam das imagens nas ruas e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) das câmeras instaladas na Praça dos Três Poderes e no Palácio do Planalto. Já a TV Câmara cuida da transmissão da cerimônia direto do Plenário da Câmara dos Deputados.

A Agência Senado terá seis fotógrafos distribuídos pela Esplanada dos Ministérios e em vários locais dentro do Congresso. As fotos ficarão disponíveis em www.senado.leg.br/fotos. Além disso, o leitor poderá contar com matérias completas sobre os discursos, as repercussões e tudo o que aconteceu na solenidade no portal de notícias da Agência, em www.senado.leg.br/noticias. A equipe do Jornal do Senado também estará preparando a edição histórica da posse presidencial, que vai circular no dia 2 de janeiro.

Nas Redes Sociais do Senado, haverá informações em tempo real a partir das 14h, com a produção de stories para o Instagram do que está acontecendo dentro e fora do Congresso. Assim que a cerimônia começar, haverá a transmissão ao vivo no Facebook e no Twitter.

Já a Rádio Senado fará transmissão especial a partir de 14h. Uma equipe de repórteres, produtores, âncora e consultor legislativo levará aos ouvintes informações atualizadas sobre a cerimônia no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto: a chegada das autoridades, o ambiente na Esplanada dos Ministérios, além de entrevistas, matérias e análise sobre as perspectivas do novo governo.

Todo o conteúdo será transmitido em tempo real pela rede Rádio Senado FM, presente em dez capitais, e distribuído via Radioagência (www.senado.leg.br/radioagencia) para cerca de 1.700 emissoras conveniadas em todo o país. A transmissão especial será encerrada ao final do discurso do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro previsto como último ato da cerimônia no Palácio do Planalto.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›