Vanessa Grazziotin critica MP que abre ao capital estrangeiro até 100% das ações de companhias aéreas nacionais

Da Redação e Da Rádio Senado | 17/12/2018, 16h18

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) criticou o governo por permitir, por meio de medida provisória, que até 100% das ações de companhias aéreas brasileiras sejam controladas pelo capital estrangeiro. Segundo a senadora, qualquer país que faça isso exige a reciprocidade, de modo que o capital nacional possa ser investido em empresas aéreas de outros países.

Mas a medida provisória não faz essa exigência, disse Vanessa Grazziotin. Para ela, a MP vai contra a economia nacional e, apesar de ser editada pelo atual presidente da República, Michel Temer, contou com o apoio do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

— Dizem "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". Essa é a palavra de ordem de quem está entregando o Brasil para o capital internacional e para o capital norte-americano. Então veja, está na hora de a população brasileira prestar mais atenção no que está acontecendo no Brasil — discursou.

A senadora Vanessa Grazziotin aproveitou para lembrar os 50 anos da edição do Ato Institucional Nº 5. Para ela, é preciso rememorar a data para mostrar à população a arbitrariedade ocorrida à época da ditadura militar. Vanessa Grazziotin alertar que muitas pessoas, descontentes com a política e com o cenário atual, chegam a aceitar a idéia de um governo democrático, porém duro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
18h03 Pessoas desaparecidas: O Plenário aprovou o Projeto de Lei da Câmara 144/2017, que cria a Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas e reformula o atual Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas. A matéria vai a sanção.
17h45 Combate ao terrorismo: O Plenário aprovou o Projeto de Lei 703/2019, que determina o bloqueio imediato de bens de pessoas e entidades investigadas ou acusadas por terrorismo. A matéria vai a sanção.
Ver todas ›