José Medeiros credita imagem negativa do agronegócio no exterior à campanha de difamação feita por brasileiros

Da Redação e Da Rádio Senado | 26/11/2018, 16h17 - ATUALIZADO EM 26/11/2018, 17h19

Após recente viagem pela Europa, o senador José Medeiros (Pode-MT) lamentou que a imagem negativa do nosso agronegócio naquele continente seja resultado da campanha de difamação do setor produzida por alguns brasileiros.

Em pronunciamento no Plenário nesta segunda-feira (26), o senador afirmou que os europeus aproveitam esse discurso produzido no Brasil para proteger o seu agronegócio, por meio da imposição de dificuldade às exportações do país, usando como argumento uma pretensa preocupação com a preservação do meio ambiente.

— Então, qual a imagem que as pessoas têm? É que aqui, a todo o momento, as pessoas estão querendo derrubar, estão derrubando, para plantar soja. Nos próximos vinte anos, o Mato Grosso pode dobrar a produção de soja sem derrubar um pé de árvore — analisou.

E as narrativas negativas que encontram respaldo na Europa não ficam restritas ao agronegócio, disse o senador. Ele lembrou que, desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, esse discurso distorcido da realidade do Brasil vem sendo reproduzido por lá. Para ele, agora, depois da vitória de Jair Bolsonaro, esse mesmo grupo busca desqualificar o presidente eleito, ao mesmo tempo em que enaltece os seus próprios feitos quando estava no poder. Mas, na opinião de José Medeiros, não corresponde à realidade muito do que a oposição afirma que fez quando era governo.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)