José Medeiros pede suspensão de juiz Rogerio Favreto

Da Redação e Da Rádio Senado | 10/07/2018, 19h09 - ATUALIZADO EM 10/07/2018, 19h27

Em pronunciamento nesta terça-feira, o senador José Medeiros (Pode-MT) pediu ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a suspensão do desembargador Rogerio Favreto, responsável pela expedição da ordem de soltura do ex-presidente Lula, logo depois revogada. Para o senador, Favreto envergonhou e desmoralizou a Justiça brasileira, servindo de forma criminosa ao Partido dos Trabalhadores.

- Estão falando em lambança do Judiciário. Não houve lambança do Judiciário nenhuma. Houve o caso de um desembargador que deveria ter saído de camburão daquele plantão. Aquilo lá não é diferente de uma venda de sentença, aquilo lá não é diferente de um conluio, de um acerto - afirmou.

Medeiros disse que a tentativa de libertação de Lula foi destinada a criar um fato político, somando-se às mentiras que, segundo ele, o PT e seus aliados repetem incessantemente. O senador também manifestou-se contra o chamado quinto constitucional, pelo qual 20% das cadeiras de determinados tribunais são destinadas a advogados e membros do Ministério Público.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h14 Readmissão de empresas no Simples: Plenário do Senado aprovou projeto (PLC 76/2018) que permite a empresas excluídas do Supersimples em janeiro de 2018 retornarem ao regime de tributação.
18h17 Imposto sobre refrigerantes: Plenário do Senado aprovou projeto (PDS 57/2018) sustando decreto que havia reduzido o IPI dos extratos concentrados de refrigerantes de 20% para 4%. Projeto segue para a Câmara.
17h23 Proteção de dados pessoais: Plenário do Senado aprovou projeto de lei (PLC 53/2018) que disciplina proteção a dados pessoais dos cidadãos e faz com que usuários tenham instrumentos para questionar o mal uso de seus dados.
Ver todas ›