José Medeiros: crise começou nos governos do PT

Da Redação e Da Rádio Senado | 13/06/2018, 20h05 - ATUALIZADO EM 14/06/2018, 16h53

O senador José Medeiros (Pode-MT) criticou nesta quarta-feira (13) o discurso da oposição que, segundo ele, diz que o Brasil ia bem até que uma conspiração promoveu o impeachment de Dilma Rousseff para “tirar a felicidade do país”. Ele ressaltou a grave crise política e econômica iniciada nos governos do Partido dos Trabalhadores e afirmou que o governo do presidente Michel Temer representa a continuidade constitucional da gestão anterior.

- De que jeito o Temer foi apresentado para o Brasil? Como constitucionalista, como um dos homens mais inteligentes do país, elegante, articulador, catedrático, competente e por aí vai. Mas, no outro dia, ele já não prestava - comentou.

Medeiros lembrou que o Congresso Nacional cumpriu a lei no processo do impeachment e, naquele momento, agiu atendendo aos anseios do povo. O senador atribuiu a queda de Dilma Rousseff a uma “briga por espaços” dentro do PT, quando os apoiadores de Lula foram afastados por não servirem ao projeto “bolivariano” de Dilma.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
16h04 Corretor de moda: O Plenário aprovou o PLC 200/2015, que regulamenta a profissão de corretor de moda. A matéria vai a sanção.
16h00 Roubo de cargas: O Plenário aprovou o PLC 8/2018, que aumenta a punição contra roubo de cargas e contrabando. A matéria volta à Câmara.
15h51 Embaixador no Azerbaijão: Por 42 votos a favor, 3 contra e uma abstenção, o Plenário aprovou a indicação do diplomata Manuel Lopes da Cruz para o cargo de embaixador do Brasil no Azerbaijão (MSF 40/2018).
Ver todas ›