No 1º de Maio, manifestantes repudiaram retrocessos e prisão de Lula, diz Fátima Bezerra

Da Redação | 03/05/2018, 12h59 - ATUALIZADO EM 03/05/2018, 13h09

Em discurso nesta quinta-feira (3), a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) registrou a passagem do Dia Internacional do Trabalho, celebrado em 1º de Maio. A parlamentar observou que centrais sindicais, artistas e a população se uniram em inúmeros atos na luta por direitos e democracia e contra os retrocessos promovidos pelo governo de Michel Temer, especialmente com a Reforma Trabalhista. Os manifestantes também protestaram contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, considerada “ilegal e absurda” pela senadora.

Para reforçar a perda de direitos dos trabalhadores, Fátima destacou os resultados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (Pnad), que registrou elevação no número de cidadãos desocupados, saltando de 12,3 milhões para 13,7 milhões de pessoas. A senadora afirmou ainda que a promessa de geração de empregos, que motivou a aprovação da proposta no Congresso, em 2017, revelou-se ineficaz e está transformando cidadãos em escravos modernos, com o trabalho intermitente e remunerado por hora.

A população que vive na extrema pobreza, destacou ainda a senadora, saltou de 6,5 milhões para 12 milhões, entre 2015 e 2017, sendo que 1,2 milhão de famílias passaram a usar lenha ou carvão em vez de gás de cozinha, por não ter dinheiro para adquirir um botijão. Esses dados, disse, evidenciam “os efeitos do golpe”.

- Aqueles que aprovaram as contrarreformas e compõem a base do governo são corresponsáveis pela tragédia social instalada em nosso país – lamentou a senadora.

Fátima Bezerra também registrou ter participado de reunião no Ministério da Educação, para lutar por demandas e recursos orçamentários para a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o instituto de ensino técnico do estado. A parlamentar se disse frustrada com a ausência de resolução para os pedidos e observou que essa situação coloca em risco o funcionamento das entidades educacionais.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)