Senado aprova acordo entre Brasil e Colômbia para facilitar investimentos

Da Redação | 18/04/2018, 19h50 - ATUALIZADO EM 18/04/2018, 19h55

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (18) o Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos entre Brasil e Colômbia. O texto (PDS 19/2018) já havia sido aprovado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) na semana passada e agora segue para promulgação.

O relator, senador Armando Monteiro (PTB-PE), pediu a rápida entrada em vigor da matéria, lembrando que o acordo foi negociado e assinado enquanto ocupava o Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior em 2015, durante o governo de Dilma Rousseff.

O acordo, disse Armando Monteiro, tem como um de seus pilares a criação de um Comitê Conjunto, que fará a interlocução entre os setores público e privado dos dois países. Estará focado na mitigação de riscos, na governança institucional e em agendas temáticas de facilitação de investimentos. Outra peculiaridade é que o acordo também trata de medidas de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
13h08 Cota para mulheres na política: Senadores da CCJ rejeitaram o projeto que revoga os percentuais mínimo e máximo de candidaturas de cada sexo a serem registradas pelo partido ou coligação (PL 1.256/2019). O parecer vai para o Plenário.
12h14 Mulheres marisqueiras: A Comissão de Reforma Agrária (CRA) aprovou projeto de lei da Câmara (PLC 47/2017) que institui política de desenvolvimento para mulheres marisqueiras. A matéria segue para o Plenário do Senado.
12h03 Cotas para agricultor familiar: A Comissão de Reforma Agrária (CRA) aprovou projeto de lei que cria cota de ao menos 10% para agricultores familiares nos institutos federais de educação. O PL 778/2019 segue para a Comissão de Educação.
Ver todas ›