Lasier aponta indignação popular com o Supremo e defende PEC que muda forma de escolha dos ministros

Da Redação e Da Rádio Senado | 11/04/2018, 18h39 - ATUALIZADO EM 11/04/2018, 19h03

O senador Lasier Martins (PSD-RS) apontou nesta quarta-feira (11) o “espanto e indignação” do povo diante do Supremo Tribunal Federal (STF), atribuindo a situação a indicações políticas, atraso nos processos, trocas de ofensas entre ministros e mudanças de posicionamento, que geram insegurança jurídica. O senador Ele pediu apoio à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 35/2015, de sua autoria, que muda o sistema de escolha para o Supremo Tribunal Federal e estabelece mandatos de tempo limitado para os ministros.

Segundo Lasier, vários fatos contribuem para "consumir a dignidade" da Supremo e esvaziar seu papel na democracia brasileira.

— [Há] ministro interrompendo julgamento porque tem um check-in vencendo e tem que sair às pressas para o aeroporto, como se o julgamento que ele deveria estar fazendo não fosse a sua atividade essencial e prioritária — criticou.

O senador gaúcho acrescentou críticas ao corporativismo do Poder Judiciário, que resiste ao fim do auxílio-moradia para juízes mesmo em situações em que o adicional monetário se caracteriza como ilegal e imoral. Lasier Martins afirmou que o debate público não tem sido favorável ao Judiciário.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)