Telmário relata aumento da violência com crise migratória em Roraima

Da Redação e Da Rádio Senado | 20/03/2018, 15h26 - ATUALIZADO EM 20/03/2018, 17h34

O senador Telmário Mota (PTB-RR) afirmou em Plenário nesta terça-feira (20) que a falta de apoio do governo federal para assegurar condições mínimas aos refugiados venezuelanos que chegam a Roraima é o motivo principal para o aumento da violência no estado.

Ele relatou que, ontem, em Mucajaí, município a 50 quilômetros de Boa Vista, moradores revoltados com o assassinato de um brasileiro por um venezuelano invadiram um abrigo e expulsaram os refugiados, ateando fogo em seus pertences.

— Pior, agora tá acontecendo também no município de Pacaraima e já está acontecendo no município de Boa Vista. Eu não sei se por índole ou pela fome, lamentavelmente, os venezuelanos entraram por um caminho que não [permite] mais a pacificação. É muito furto, muito assalto, prostituição e assassinato. Esse é o quadro hoje do estado de Roraima.

'Fake news'

O Senado vai discutir nesta quarta, em sessão de debates temáticos, a repercussão que a divulgação de notícias falsas pode ter no resultado das eleições deste ano. Telmário Mota, um dos autores do pedido para o debate, afirmou ser preciso discutir o assunto para evitar que as "fake news" influenciem o voto dos eleitores.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)