Pedro Chaves representa o Senado em reunião internacional sobre operações de paz

Da Redação | 16/11/2017, 18h29 - ATUALIZADO EM 16/11/2017, 18h47

Como titular da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), o senador Pedro Chaves (PSC) representou o Senado Federal esta semana em missão especial do governo brasileiro em Washington, nos Estados Unidos, e em Vancouver, no Canadá.

Convidado pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, o senador participou de encontro com representantes do setor aeroespacial privado norte-americano para ampliar a cooperação entre os dois países. A intenção foi estabelecer uma agenda de interesses em comum, com possíveis parcerias. Com a presença de representantes de empresas e associações foram abordados temas prioritários para as duas nações, com o objetivo de gerar pautas que possam ser consolidadas em negócios para indústrias de defesa.

- O setor aeroespacial é estratégico para nosso país. Temos grande potencial nessa área, mas precisamos de maior atenção governamental. Essa agenda é de suma importância para mantermos abertos os canais de comunicação com os Estados Unidos, justamente para obtermos investidores nesse mercado industrial e tecnológico – declarou Pedro Chaves, reiterando o que o ministro defendeu no encontro.

O senador também esteve presente na Reunião Ministerial de Defesa das Nações Unidas para a Manutenção da Paz, encontro que reúne cerca de 80 países e tem como um dos temas, o combate ao crime organizado internacional. Uma das palestras a que assistiu foi a da atriz e ativista Angelina Jolie, que defendeu o combate à violência sexual em comunidades internacionais. O senador disse que Angelina Jolie emocionou a todos ao descrever a violência cometida contra as mulheres refugiadas rohingyas na Birmânia.

- Realmente é preciso mudar a postura internacional de considerar essas violações como consequência de conflitos violentos. Isso é crime em qualquer parte do mundo e precisa ser punido severamente – afirmou.

Nesta sexta-feira (17), Pedro Chaves também participa com o ministro Raul Jungmann de encontro no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) para falar sobre os desafios de defesa locais e internacionais e sobre o acordo bilateral do relacionamento entre Brasil e Estados Unidos. Chaves retorna a Brasília no sábado.

- A troca de experiências é importante para melhorarmos a eficiência das operações de paz. Também foram extremamente produtivos os compromissos firmados com os Estados Unidos para o investimento no setor aeroespacial brasileiro - avaliou o senador.

América Latina

Antes da viagem ao exterior, Chaves esteve no Amazonlog17, Exercício Multinacional Interagências de Logística Humanitária, que ocorreu entre os dias 6 e 13 deste mês, em Tabatinga (AM), na tríplice fronteira entre Brasil, Peru e Colômbia. O evento, inédito na América do Sul, contou com quase dois mil participantes. O objetivo foi desenvolver doutrina para ações humanitárias, com resposta rápida a adversidades causadas por ondas migratórias, catástrofes e acidentes.

No encontro, também foi discutida a promoção bilateral da indústria de defesa e a participação brasileira em operações de manutenção de paz da ONU, após o encerramento da missão das Forças Armadas brasileiras no Haiti.

- Esse trabalho conjunto com mais 23 países tem como único objetivo a ajuda humanitária. É um evento que nos enche de orgulho, pois mostra o esforço e o profissionalismo das nossas Forças Armadas em favor da vida – elogiou o senador.

Com informações da assessoria de imprensa do Senador Pedro Chaves

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)