Eunício recebe representantes da Marcha Mundial do Clima

Da Redação | 01/11/2017, 15h06 - ATUALIZADO EM 09/11/2017, 10h23

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, recebeu nesta quarta-feira (1º) representantes da Marcha Mundial do Clima realizada todos os anos simultaneamente em 100 países com o objetivo de chamar a atenção da população e dos governantes para a questão das mudanças climáticas. No encontro, Eunício ouviu dados alarmantes sobre a situação do clima no mundo.

— Nós fizemos uma exposição da tragédia climática que ocorre no planeta. Se não cortarmos 50% da emissão de gases [de efeito estufa] em três anos, a temperatura média vai subir de 4 a 8 graus. As estimativas apontam para a morte de um bilhão de pessoas por grau. Vai ser uma tragédia —, alertou Roberto Ferdinand, dirigente da Marcha.

Junto com representantes de organizações da sociedade civil, a coordenação da marcha enfatizou a importância do engajamento dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para ajudar a resolver o problema do aquecimento global.

— Os líderes de cada país precisam ter a consciência de que a questão climática é muito séria. Esta é a prioridade número um do que ocorre no planeta. Eu o convidei para ir para a COP 23 em Bonn, na Alemanha, como presidente do Congresso. Ele disse que vai ver a agenda e que sabe a importância de eventos como este — finalizou Roberto.

COP 23

A Marcha Mundial do Clima ocorre na mesma semana da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP 23), em Bonn, na Alemanha, entre 6 e 17 de novembro. Neste ano, a COP 23 irá discutir a importância da matriz energética global no âmbito da proteção do meio ambiente e das mudanças climáticas.

Da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)